Rio Grande do Sul terá fim de semana quente com marcas próximas dos 30ºC

Por Regional 24 Horas em 07/06/2024 às 15:43:25

O Sul do Brasil, que em junho deveria ter uma alta frequência de dias frios e com geada e, em alguns anos até com neve, experimenta uma sequência de dias em que as temperaturas estão muito altas.

Porto Alegre, que tem média máxima histórica em junho pela série 1991-2020 de 20,3°C, anotou máximas na estação do Jardim Botânico de 27,1°C ontem e a de hoje será muito parecida. Neste fim de semana, Porto Alegre deve ter máximas ao redor de 27°C no sábado e calor de 28°C a 29°C no domingo.

Mesmo com a massa de ar frio do começo da semana, a média das máximas nos primeiro seis dias de junho na capital gaúcha está em 23,3°C, portanto 3°C acima da climatologia histórica de junho, desvio que deve aumentar muito mais com as marcas previstas para hoje e os próximos dias.

Calor de Norte a Sul

Uma grande massa de ar seco e quente cobre a maior parte do Brasil neste momento inicial do inverno meteorológico (trimestre de junho a agosto) e será responsável por um fim de semana de temperatura muito elevada para os padrões de junho em diversos estados, especialmente em cidades do Sul, do Centro-Oeste e do Sudeste.

O aquecimento será mais intenso principalmente em cidades do Centro-Oeste do Brasil, onde em diversos pontos as máximas durante a tarde ficarão perto e acima dos 35°C em pleno mês de junho.

Cuiabá, no Mato Grosso, tem em setembro a maior temperatura média mensal entre os meses do ano com 35,6°C. A temperatura na capital do Mato Grosso atingiu 36,4°C ontem; 36,0°C na quarta; 35,3°C na terça; 36,2°C na segunda; 36,6°C no domingo; e 36,8°C no último sábado, dia 1º.

No Mato Grosso do Sul, a máxima registrada ontem foi 34,4°C em Nhumirim.

Na quarta, os termômetros indicaram 34,2°C em Porto Murtinho. Na terça, 33,6°C em Coxim. Na segunda, 34,3°C em Nhumirim. No último domingo, 34,5°C em Coxim. E no sábado, que marcou o começo do mês, 34,1°C em Nhumirim.

No interior de São Paulo, a temperatura supera a marca dos 30°C em algumas cidades todos os dias desde o começo do mês. Na capital paulista, na estação do Mirante de Santana, a temperatura máxima média observada nos primeiros seis dias de junho foi de 24,5°C ou 1,6°C acima da normal das máximas de junho de 22,9°C.

O calor intenso se estende à região amazônica. Mais ao Norte, Boa Vista, em Roraima, teve 38°C. No Sul do Amazonas, Humaitá anotou ontem 35°C. No Acre, a máxima ontem em Tarauacá foi de 35,2°C, quando a média máxima histórica de junho na localidade acreana é de 31,1°C.

Calor segue no inverno

Serão muitos e muitos dias ainda pela frente de temperatura elevada na maior parte do Brasil. As temperaturas, inclusive, devem se elevar ainda mais em vários estados durante os próximos dias.

Neste fim de semana, Curitiba deve registrar uma tarde com 25°C no sábado e 26°C no domingo, muito acima da média máxima histórica de junho de 20,3°C.

O Centro-Oeste segue com calor em níveis próximos do período mais quente do ano que é o começo e meio da primavera, com máximas de 33°C a 35°C na maioria das cidades do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, e acima de 35°C em alguns pontos. Goiás da mesma forma sente os efeitos do calor.

Na cidade de São Paulo, o sábado deve ter uma tarde com 26°C a 27°C enquanto no domingo pode fazer 28°C a 29°C. O fim de semana será quente também no Rio de Janeiro com marcas de 30°C a 33°C na maioria dos bairros e que serão mais altas no domingo. Tempo um pouco quente igualmente em Belo Horizonte com marcas entre 26°C a 27°C tanto no sábado como no domingo.

Fonte: Rádio Guaíba

Comunicar erro
02

Comentários

03
Universitarias Club Goiania