Céline Dion aponta luto dos filhos como motivação para lidar com doença rara: "Não vou morrer"

Diagnosticada com Síndrome da Pessoa Rígida em 2022, Céline Dion revelou que encontrou forças para lidar com a doença neurológica em seus filhos.

Por Regional 24 Horas em 11/06/2024 às 18:17:39

Diagnosticada com Síndrome da Pessoa Rígida em 2022, Céline Dion revelou que encontrou forças para lidar com a doença neurológica em seus filhos. A cantora é mãe de René-Charles, de 23 anos, e dos gêmeos Nelson e Eddy, de 13. O marido da artista, René Angélil, morreu em 2016 após complicações de um câncer de garganta.

Em entrevista à "People", ela revelou que deseja se tratar para que seus filhos não tenham que passar pelo luto mais uma vez. "Mal conseguia andar em um ponto e estava perdendo muito da vida. Meus filhos começaram a perceber […] e expliquei para eles: 'Vocês perderam o pai, mas a sua mãe tem uma condição neurológica, é diferente'. Não vou morrer, é algo com o qual vou ter que aprender a viver."

A artista chegou a cancelar uma turnê que aconteceria em Las Vegas entre 2021 e 2022 devido à doença. Os sintomas, entretanto, começaram no início dos anos 2000, quando Céline Dion passou a sofrer com espasmos musculares e dificuldades de respirar. Em entrevista ao "Today Show" que vai ao ar nesta terça-feira (11), a cantora falou sobre a sensação de cantar com a doença. "É como se fosse estrangulada", revelou.

A Síndrome da Pessoa Rígida é uma doença neurológica que se manifesta por meio de espasmos musculares dolorosos e rigidez muscular e afeta duas a três vezes mais mulheres do que homens.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Comunicar erro
02

Comentários

03
Universitarias Club Goiania